Você sabia que utilizamos mais as palavras felizes do que as infelizes em nossa linguagem?

palavras

Café Com Ideias: Não é novidade que a mente processa tanto o que é negativo, quanto o que é positivo, correto? Errado. A mente, por incrível que pareça processa mais o que é negativo do que é positivo. É muito mais fácil não conseguir algo, quando projetamos nosso pensamento para o lado negativo, do que conseguir algo quando o contrário acontece. Isso porque o pensamento negativo requer muito menos energia que o pensamento positivo:

Pesquisas mostram que preferimos usar mais termos positivos do que termos negativos, isso porque ninguém deseja realmente a infelicidade. Isso também acontece no mundo virtual. Por mais que comentários de portal e twitter tornem a internet o lugar mais negativo do mundo, esta não é bem a realidade e não é o que mais impactua.

Um estudo feito pela Universidade da Califórnia mostrou que a maior parte dos idiomas, inclusive online, usa principalmente palavras positivas para se comunicar. “Para chegar a essa conclusão, pesquisadores usaram computadores para identificar as 10 mil palavras mais usadas entre dez idiomas, em portais, jornais, filmes e letras de música. Depois pediram para pessoas apontarem como se sentem em relação a elas, em uma escala de 1 a 9, da negativa à positiva. O resultado é que, em todas as situações, há mais palavras felizes do que tristes. Entre os idiomas pesquisados, o espanhol do México e o português do Brasil eram os mais felizes. O inglês americano ficou em terceiro e o chinês em último.”

Usa-se a linguagem para muitas coisas, mas a principal é a conexão social. E o negativismo é sempre limitante. As pessoas sentem que acabam se distanciando do que é negativo.

O interessante é que nos ambientes online(Twitter, Google Books) existem mais palavras felizes do que nas artes, como legendas de filmes ou músicas. E felicidade, claro, depende do momento. Como exemplo disso, podemos observar picos de alegria nas determinadas datas: dia dos namorados, natal, aniversários e etc..enquanto tristezas são observadas em dias de protestos, prisão de alguma pessoa influente e etc.

Enfim, estudiosos chegaram a esta conclusão:

Por mais pessimista que seja o cenário, por mais que as pessoas utilizem as redes sociais para desabafar, apontar alguma falha e etc. as pessoas ainda escolhem as palavras positivas e de impacto também positivo do que as negativas.

Abraços,

Claudia Menezes.

Esta entrada foi publicada em Café Com Idéias com as etiquetas , , , , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s