Porque tentar segurar a pedra que rola morro abaixo se o melhor é dar-lhe impulso? Evite Brigas!

315845_2150802892124_1307924665_32572778_496585476_n

Café Com Ideias: Existe um pensamento Taoísta que diz: “Em vez de se opor a uma força contrária, o que acabaria dobrando a potência do impacto, melhor mesmo é seguir as leis do Universo que aconselham a se unir a ela e usá-la para os próprios interesses.”

Direcionar a força existente é bem mais efetivo que se opor a ela. Muitas lutas utilizam este princípio, como o Judô por exemplo, que acolhe o golpe do oponente e canaliza a energia em benefício próprio.

Imagine deter um caminhão prestes a descer um morro sem freio, que tragédia seria. Agora imagine como ao colocar uma pedra pequena embaixo da roda da frente de um caminhão na descida, quando este está parado é claro, pode garantir que ele não desça morro abaixo; isso só é possível por ser menor o impacto.

É preciso neutralizar qualquer forma de estresse, evitando assim um gasto desnecessário de energia. Lutar nem sempre significa vitória garantida, assim como ganhar nem significa uma batalha inteligente. Quantas vezes vimos um exército recuar ao perceber que o inimigo encontra-se em vantagem? Caso contrário, poderia perder muitos homens, por ignorância e astúcia.  O prazer deveria estar em participar e não em derrubar, massacrar e ou derrotar o outro.

Gosto muito da música Perdendo Dentes que a Fernanda Takai da Banda Pato Fu canta. Diz tudo:

“Pouco adiantou
Acender cigarro
Falar palavrão
Perder a razão

Eu quis ser eu mesmo
Eu quis ser alguém
Mas sou como os outros
Que não são ninguém

Acho que eu fico mesmo diferente
Quando eu falo tudo o que penso realmente
Mostro a todo mundo que eu não sei quem sou
Eu uso as palavras de um perdedor

As brigas que ganhei
Nem um troféu
Como lembrança
Pra casa eu levei

As brigas que perdi
Estas sim
Eu nunca esqueci
Eu nunca esqueci…”

É inútil:

-Entrar em uma discussão acalorada, uma vez que os nervos estarão à flor da pele;

-Tentar convencer a outra parte, que se julga estar com a razão, o ideal é esperar que ela caia na real;

-Revidar de maneira impulsiva, sem antes contar até “40” e não até “10”;

-Responder a mensagens, emails e telefonemas de maneira impensada e impulsiva, com o intuito de vingar, descontar a raiva e etc;

-Difamar a pessoa, só porque está com raiva dela, isso poderá voltar contra você;

-Adular pessoas que não demonstram a menor empatia,  quando o certo é dar linha.

O fato de se comportar de maneira fleumática mediante à uma discussão, só o(a) levará a uma certeza: DE QUE NÃO VALEU A PENA ENFRENTAR; E DEPOIS QUE A PROCISSÃO PASSA, NÃO ADIANTA TIRAR O CHAPÉU!

Abraços,

Claudia Menezes.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Café Com Idéias com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

2 respostas a Porque tentar segurar a pedra que rola morro abaixo se o melhor é dar-lhe impulso? Evite Brigas!

  1. Rose diz:

    Concerteza. As vezes o silêncio é a melhor arma em uma discussão.

  2. Rose diz:

    O silêncio e a melhor arma quando há uma discussão.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s