Felicidade ou momentos sem tristezas?

images (16)

Café Com Ideias: Hoje falaremos de um tema que interessa a todos, e melhor que isso, todos vivem em busca: “A Felicidade”.

Muitos acreditam que a felicidade consiste essencialmente em ter. Sócrates, considerado o homem mais sábio de seu tempo, dizia:

“Felicidade é possuir uma consciência tranquila, um coração pacificado e uma conduta reta” (Sócrates)

Todos os homens creem, sonham, desejam, planejam e trabalham para se tornarem plenos  e realizados um dia. Mas o que realmente significa a  “felicidade”, e o que a ciência pensa a respeito?

Ser feliz dá um certo trabalho e provavelmente pode ser por isso que muitos acabam desistindo de conquistá-la. Podemos chamar de medianas as pessoas que não se esforçam para melhorar seja seu padrão de vida, seja sua vida sentimental, profissional, social e etc.  O simples fato da ausência de sofrimento, já mantêm essas pessoas medianas felizes, que claro, se contentam com o pouco que possuem. Na verdade, para essas pessoas, a ausência de tristeza é sinônimo de alegria.

Para aqueles que acham que a felicidade cai do céu, esqueça, ou vai continuar sentado, esperando por ela.

Para os teóricos da Psicologia Positiva, “isso indica que as tentativas da Psicologia Clínica em eliminar os estados negativos não são capazes de promoverem, necessariamente, estados positivos; ou de uma outra forma, que uma Psicologia focada na remissão ou alívio do sofrimento (embora importante) não é capaz de promover a felicidade humana.”

Café Com Ideias: Outro esclarecimento importante para os que gostam de filosofar: “Felicidade não são momentos”.

Para a Psicologia Positiva, quando falamos em felicidade nos referimos a níveis constantes de felicidade. Dizendo de uma forma mais simples: “Feliz é aquele sujeito que coloca na balança, os momentos de sua vida e a vê pender mais para o lado da felicidade.”  Podemos perceber que este alguém, tem problemas como outro qualquer, vive situações conflitantes, momentos tristes e ainda assim, se sente feliz.

Li um depoimento interessante e chocante de uma profissional da Psicologia Positiva,  que dizia ter recebido uma paciente em seu consultório, dizendo  ter feito anos de terapia:

“Lutava há anos contra uma depressão, também com acompanhamento psiquiátrico. Estranhei que, com tanto tempo de tratamento, ainda não tivesse obtido resultado. Não me contive em perguntar-lhe a razão pela qual me procurava, uma vez que ela estava fazendo terapia com uma profissional de quem ela própria dizia gostar muito. Fiquei surpresa (e, confesso, penalizada) com a resposta:”  “É que eu queria muito ser feliz e minha terapeuta diz que a felicidade não existe.  Um dia liguei o rádio e ouvi você falando que tinha defendido uma tese de doutorado sobre felicidade.  Eu precisava vir aqui para te perguntar, felicidade existe?”

Café Com Ideias: Como poderia aquela paciente, tão fragilizada, lutar para alcançar algo que lhe disseram não existir?

A Ciência Psicológica tem de fato um compromisso com o ser humano:

“Aprendemos a aliviar o sofrimento e a curar doenças, como se isso, automaticamente, trouxesse a felicidade. Somos especialistas na mente humana e não sabemos responder, através da nossa ciência, o que torna um indivíduo feliz. Com isso, legiões de pessoas no mundo todo sofrem do que os filósofos chamam de anomia: uma perda de sentido que gera buscas tão frenéticas quanto estéreis e que frustram e destroem o que o ser humano tem de melhor.”

Em um próximo post, falaremos sobre o “Papel do Prazer”. Aguarde!

Abraços,

Claudia Menezes.

Pesquisa: Ciência & Vida-Psique- Edição especial ano II nº8.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Café Com Idéias com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s