Amamos como os animais. Descubra com qual deles seu amor se assemelha!

Imagem

Muitas vezes em processos de seleção, utiliza-se as características dos animais para identificar o perfil do candidato. Também utiliza-se as características dos animais para testes de comportamento. E por que não utilizá-las para identificar a forma de amar? Achei interessante este assunto e resolvi dividir com meus leitores. Então, resolvi dar este título:

Amando como os bichos:

Águia: utiliza o raciocínio, a sabedoria e a expertise quando o assunto é amor. Não se ilude com facilidade, é realista e procura enxergar como a relação irá se desenvolver com o decorrer do tempo, calculando inclusive os riscos existentes. Procura apenas o “certo” nos relacionamentos e sempre busca “usar a cabeça”.

Obs: A pessoa “águia”, geralmente faz milhões de perguntas no início de qualquer relacionamento, seja conjugal ou social. Especula ao máximo e ainda, não satisfeito busca maiores informações em outras fontes.Tudo é medido e calculado. Como se dissesse para o seu par: “sorria, você está sendo filmado”.

ex: “Um congresso de sábios, discutindo princípios de matemática é, naquele momento, um bando de águias.”

Leão: Ama sentimento, luzes, cores, poesias e forma. Consegue distinguir o choro da alegria. Geralmente é impulsivo e sanguíneo. Ama ao extremo e sofre ao extremo também. Busca a beleza, a bondade e a simpatia.

Obs: A pessoa “leão” geralmente se apaixona com facilidade. É atraído pela beleza e por belas palavras. Quando se vê em um conflito conjugal e social, busca minimizar os momentos difíceis e maximizar os momentos felizes. Como se dissesse para o seu par: “você me fez mal, mas também me faz bem.”

ex: ” Um conjunto musical ou uma academia de poetas, são compostos por um bando de leões.”

Boi: Ama prazeres simples, vive pela sobrevivência. Admira o ar que respira, um bom sono e a segurança. Busca excitação, aumentar a prole e proteger os seus. Não se atenta a problemas, principalmente sendo eles pequenos e procura focar apenas nos momentos de prazer, alegria e felicidade.

Obs: A pessoa “boi” muitas vezes nem se apaixona, mas se aproxima e torna a convivência favorável. Costuma também não elogiar o parceiro, uma vez que pra ela tudo está bom demais, não enxergando o negativo. Como se dissesse para o seu par: ” no final, tudo da certo!”

ex: “Um time de futebol, o importante é ganhar o jogo.”

Se me perguntassem qual dos três seria o ideal, eu diria: “aquele que vai de encontro a seus valores e te faz feliz!

Abraços,

Claudia Menezes.

Fonte de pesquisa: O Corpo Fala- Pierre Weil e Roland Tompakow.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Sem categoria com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s